Dólar Hoje | Euro Hoje | 03/07/2022

Home / Colunas / Turismo

Monte Verde: o destino do friozinho

Da Redação

Turismo 18/05/22

Frio atrai turistas a Monte Verde, que tem previsão de mínima de 0°C nesta semana

Oficialmente, o inverno só começa no dia 21 de junho, mas o frio já chegou na Serra da Mantiqueira. Após registrar a menor temperatura de Minas Gerais na última sexta-feira, 13/5, com 5°C, segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), o distrito de Monte Verde terá dias ainda mais frios nesta semana, incluindo mínima de 0°C nesta terça-feira (17). E a previsão fez a busca por hospedagem aumentar em 30% em Monte Verde, segundo a MOVE (Agência de Desenvolvimento de Monte Verde e Região).

“Além do setor de hospedagem, as empresas de passeio também registraram um aumento no número de interessados nos últimos dias. Por isso, é importante que quem deseja aproveitar o frio em Monte Verde, já faça sua reserva com antecedência”, afirma Rebecca Wagner, presidente da MOVE. Para auxiliar o turista, o portal .=n possui uma lista de hospedagens, passeios e atrações da região.

Eleito o destino mais acolhedor do Brasil pelos usuários da plataforma Booking.com, Monte Verde é um distrito de Camanducaia, município localizado a apenas 165km de São Paulo. Famoso pela história cultural, atrai turistas de todo o país que buscam experiência gastronômica e natureza exuberante. Também é um destino muito procurado por casais para o Dia dos Namorados e viagens românticas.

O distrito está localizado a mais de 1,6 mil metros de altitude, na Serra da Mantiqueira, o que contribui para a manutenção da natureza preservada, com lindos Bosques de Araucária. A temperatura atinge valores negativos no inverno, principalmente em julho, chegando a -5ºC, sendo comum fenômenos como geada. Um cenário perfeito para uma viagem a dois.

Evento nas Montanhas

Monte Verde se prepara para 65 dias de muito frio, atrações e uma grande movimentação de turistas. Entre 11 de junho e 14 de agosto, a vila vai promover três eventos: Amor nas Montanhas, Inverno nas Montanhas e Gastronomia Mineira nas Montanhas. A expectativa é receber cerca de 600 mil pessoas e movimentar R$ 200 milhões na economia.


COMPARTILHE