Dólar Hoje | Euro Hoje | 21/05/2022

Home / Colunas / Finanças

ESG: o que é e quais são seus impactos

Camila Morais

Finanças 19/04/22

O mundo contemporâneo vem mudando, assim como a percepção da sociedade quanto aos impactos causados pelas organizações ao meio ambiente e às comunidades próximas. Por isso, a agenda do ambiente corporativo está cada vez mais pautada pelo processo conhecido como ESG (Environmental, Social and Governance), isto é, Governança Ambiental, Social e Corporativa.

No ano de 2004 surgiu o relatório intitulado “ Who Cares Wins” (ganha quem se importa), a partir de uma iniciativa liderada pela a ONU. O documento traz um conjunto de padrões e boas práticas que visa definir se uma empresa é socialmente consciente, sustentável e corretamente bem gerenciada. 

Fato é que a adoção do ESG representa uma mudança de paradigma nas relações entre empresas e investidores, já que as boas práticas de negócio estão associadas às estratégias financeiras da empresa. 

Essa mudança de conceito impacta diretamente a visão do mercado e da sociedade como um todo, já que uma empresa precisa estar preocupada com o meio ambiente e com os recursos naturais, além de um olhar em especial em relação às pessoas e a governança. Isso gera um impacto positivo que agrega valor à sua marca, tornando-se um negócio perene e com visão para o futuro. Segundo a ONU, um negócio que satisfaz as demandas não compromete a capacidade das gerações futuras.

Com a ascensão desses princípios, o mercado criou alguns índices representativos vindos de empresas que adotam referências nos critérios ESG. Por exemplo, o índice S&P/ B3 Brasil ESG, ISE (Índice de Sustentabilidade Empresarial) e ICO2 (índice carbono eficiente). Por meio deles, o investidor tem acesso a um amplo portfólio de fundos e produtos vinculados ao setor. 

Desse modo, a adoção de critérios e práticas ESG assume um papel cada vez mais importante no mercado financeiro e na sociedade, já que ditam aos consumidores o que consumir, e, aos mercados, em quais empresas investir.  São apenas três letras, mas com significado profundo e poder de influenciar a nível social e comercial.

Camila Morais – é assessora de investimentos, formada em Administração de Empresas e com MBA em Gestão Financeira Avançada pela Universidade Paulista. Há mais de 5 anos trabalha no mercado financeiro, possui sólida experiência na área comercial, na prospecção, manutenção e controle de carteira de clientes. Certificada CEA, CFP, CPA-20, CPA-10 (Anbima) e assessora autônoma de investimentos (Ancord).





COMPARTILHE
MAIS LIDAS DA SEMANA
REVISTA DIGITAL